domingo, 26 de setembro de 2010

Poema..

Bem

Acordei com a sensação de que estive entre anjos
Abri os olhos e a felicidade me invadiu
Me tomou todo
Senti que podia tudo
Até mudar o mundo
O calor do sol me traz inquietude
Inquieto quero sorver a luz
A música que me vêm a mente
Numa carona do vento que sopra primavera
Acelera o coração
Como a vida é bela
Tenho vontade de rolar mais forte
Os dados
Puxar mais firme
Os cordões e fazer a marionete dançar
Uma dança nova
Tresloucada, divertida
Engraçada e contagiante
Meu espirito ativo, forte e protegido
Voeja entre tudo o que é bom
Vislumbro o prazer
Me liberto da dor
QUERO AMOR
E amando,
Vou podendo
Revivendo sentimentos
Não, o que vivi, vivi
Hoje quero algo novo
Que resgate a euforia
Faça o sangue correr mais quente
A voz vibrar de tesão
Os olhos brilharem com a vontade
De me perder entre o senso
E o descanso
O cansaço do amasso
E a energia do teu abraço
A vida
Quero amar
Ser amado
Quero
Tudo
Quero pertencer
Quero ter
Quero
Voce

Por Ronald Ramos

em 26/09/2010



Nenhum comentário:

Postar um comentário