quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Quem de Nós dois

Sinto dor
Ao ver que você mudou tanto
Preciso saber o porquê
E aprender
Que nem que falem nem que te calem
Você é muito mais do que a tempestade
Que Deus te dê coragem e ninguém mais

Quem de nós com própria voz
Vai dizer a verdade custe o que custar
Não vai mentir
Quem de nós com própria voz
Vai dizer a verdade custe o que custar
Não vai mentir

Existe esperança, corpo e sangue
Que há muito impõem uma chance
É só você acreditar e não temer
As horas passam e o tempo traz
De volta a integridade, matando a saudade
No coração virtudes ideais


E nem que vá embora
Eu continuarei a te esperar

Nenhum comentário:

Postar um comentário